O homem que ama demais. Ama muitas mulheres.

O homem que ama 65 mulheres pode até ser casado com apenas uma delas. Mas ainda lembra das 64 e sua pose ortodoxa de não trair, contrasta com a fugacidade de seus pensamentos. Este homem é ruim de cama, e seu beijo é mais ávido porque ele engole a própria sede na boca da moça incauta que se atreve a tentar conquistá-lo.

O homem que ama 65 mulheres não inspira firmeza e tem a solidão nos olhos, mesmo que esteja num recinto com dez por cento das mulheres que ele ama. Ainda assim tem um voluptuosidade infantil, de criança que pega as balas, jujubas, ou aquelas geléias de copinhos. Pega as balas e morde muitas delas, sem achar o final de nenhuma. Esse homem nunca vai encontrar o final do sorvete de casquinha daquela marca famosa. Aquele final com chocolate bom. Aquele final com tanto sorvete. A panelinha do bombom que tem nome de serenata. Porque esse pobre homem abandona as coisas antes de tirar de fato as cascas.

 

(continua depois)

Anúncios

Um comentário em “O homem que ama demais. Ama muitas mulheres.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s