Os sapatos da menina

A menina ali ao alcance do meu olhar. Tão limpa e organizada sua pobreza. Lindos sapatos brancos que pareciam um pedaço de glacê de bolo. A felicidade em seu olhar de quem tem um sábado em companhia da mãe. O olhar da mãe tinha essa transparência dos que cuidam de seus filhos com todas as forças possíveis. A menina era pobre. Os sapatos eram de um simulacro de couro. Era um dia cinzendo na Avenida Dante Micheline. Era um dia cizento em Vitória do Espírito Santo. E eu me enterneci com a delicadeza da menina e com a percepção do amor que havia entre ela e sua mãe. Um instante pequeno e delicado como um dente de leão. Apenas dois minutos que merecem ser descritos como um quadro figurativo. Até que chegou o Transcol e elas entraram sorrindo.

Anúncios

Um comentário em “Os sapatos da menina

  1. estes momentos mágicos…

    tenho observado muito estes frames da vida ultimamente,
    principalmente qd me desloco do trabalho para casa…

    pois na noite fico surdo, cego e rouco…rs

    bj

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s